Porque algumas empresas quebram e outras crescem?

Giovani Duarte Oliveira –

Inicialmente, as empresas são o resultado das ações de seus gestores. O que é um gestor, é uma pessoa que gere.

Gerir é

Gerir é administrar, administrar é procurar e prevenir problemas! E se a empresa não tem problemas? Então, o gestor não está trabalhando. Muitas vezes se confunde ser dono com ser gestor. Quem não planeja, não sabe onde quer chegar, portanto, não gere.

Como saber onde se quer chegar?

Essa é a primeira pergunta que quem pensa em ser, ou se entende ser gestor, tem que responder. O capitão de um navio, um comandante de uma aeronave, enfim, qualquer que seja o motorista, tem de saber claramente, onde está e onde deseja chegar com o seu negócio. O líder e gestor é o que coloca as pessoas certas nos lugares certos em sua empresa, otimizando a capacidade e interesse do candidato com a atividade a ser exercida, assim, ele dá o melhor de si.

Eu sempre comparo

Comparo uma gestão de empresa com uma viagem com um avião, e talvez aqui, você, empreendedor identificará onde pode melhorar sua gestão, ou minimamente, passar a exercê-la!

O que uma aeronave precisa para decolar é igual uma empresa

Imagine, uma empresa, para decolar, precisa que a receita seja maior que a despesa. Para que isso ocorra, antes de mais nada, necessário saber onde está e onde quer chegar. Se é a 29ª no ranking das empresas em seu mercado, e quer ser uma das quatro maiores, precisa fazer melhor e mais que as demais 25 fazem.

Primeira lição

Conhecer os concorrentes, conhecer o mercado e saber que posição ocupa. Assim, se sabe onde se está, com a empresa. O que fazer, estudar o mercado e saber quais as dificuldades, para então, tentar solucioná-las, e como fazer isso?

Pesquisa

Escuto empresários dizerem que investiram alto em máquinas, pessoal, produto, desenvolvimento, e que não entende porque a economia não melhora.

Não pesquisou

Não sabe se o produto novo tem aceitação, e se a economia está ruim, isso já é um fato que qualquer empresário sabe e conhece bem, que tem o período das “vacas magras”, mas ele não se preparou para isso, pois colocou muito dinheiro da empresa em projetos pessoais.

Assim, o que fez errado

Não se posicionou no mercado, não reinvestiu na empresa, não sabe onde quer chegar, não se prepara para o momento difícil, realmente, a empresa não vai decolar.

O contra ponto

Para quem fez levantamento de sua posição no mercado, definiu com clareza e comunicou o time sobre onde deseja chegar, com clareza, aproveitou o bom momento, para identificar o que sua firma pode fazer para resolver problemas do seu setor, estimulando a pesquisa em seu mercado, assim como valorizou a equipe, com os resultados que foram aparecendo, e continuou fazendo isso sistemicamente, preparando-se para o período de baixa da safra, o que você acha que aconteceu?

O pior de tudo

É que a grande maioria dos empresários conheceram essas metodologias ainda em casa, com os avós, pais, tios e outros mestres que lhe deram a lição de vida, no entanto, deixam se envaidecer pelas ofertas gritantes do consumo descontrolado, e não reinvestem em seus negócios, e sabendo de tudo isso não age conforme suas convicções e acaba experimentando resultados amargos em seu negócio.

Ainda é tempo

O período de crise também ajuda alguns a se reposicionar, se reavaliar, portanto, se não estava preparado, mexa-se, altere sua agenda, suas atividades, passe a fazer coisas que não está habituado, faça um planejamento comercial, estipule metas agora mesmo, pesquise as dificuldades de seu cliente.

Reinvestimento constante

Reinvestindo no seu próprio negócio, estará preparando o futuro pessoal e empresarial, mas coloque isso como visão sistêmica, programando, planejando diariamente, sem achar que chegou ao topo, pois, a maioria dos empresários de sucesso que viram ruir seus impérios, sentiram-se satisfeitos por acharem que chegaram ao cume de seus objetivos com a empresa, e na verdade, foi o momento que começaram a procurar como regredir, pois nada está tão bom que não possa melhorar. E finalmente, se você era o 29º no ranking de seus negócios, e queria ser o 4º e conseguiu ser o primeiro, os demais 28 não pararam de fazer isso, e sua empresa acabou por voltar para o lugar de onde saiu, sem perceber. Assim, quem não tem plano de crescimento, acaba experimentando um plano de decrescimento.

Quem compra “tera não era”

Já dizia o Italiano, que quem compra terra não erra, e ele estava errado? Não, isso mostra que se as economias são investidas de forma segura, dividindo entre imóveis, aplicações a longo e médio e curto prazo, a empresa continua crescendo e desenvolvendo, mas o ciclo não pode parar e o mercado imobiliário é sempre o mercado das oportunidades, pois, quem preparou o seu negócio, no momento de dificuldade econômica é quando está mais preparado para ver seu empreendimento crescer.

Giovani Duarte Oliveira

Advogado, Especialista em Direito Processual Civil, Especialista em Gestão Estratégica de Empresas.

    SEU NOME

    SEU TELEFONE

    SEU E-MAIL

    ASSUNTO

    MENSAGEM

    Validação Captcha
    captcha

    Rua Defendi Casagrande, 82 - São Cristóvão,

    Criciúma - SC - CEP 88802-600

    Telefone: (48) 3433-0123

    Whatsapp: (48) 3433-0123

    Telefone: (48) 3433 0123

    Desenvolvido por Blueberry - Marketing Digital

    Giovani Duarte Oliveira Advogados Associados © Todos os direitos reservados