A Poupança no Brasil.

Eduardo Sehnem Ferro –

Um dos investimentos mais tradicionais do Brasil é a chamada caderneta de poupança, surgiu em 1861, instituída pelo Imperador Dom Pedro II, tinha na época o objetivo único de remunerar depósitos com juros de 6% ao ano sob a garantia do governo imperial.

Atualmente não é a opção mais rentável de investimento, mesmo assim a caderneta de poupança continua sendo a opção de investimento preferida em nosso país.  Segundo levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 61% dos consumidores têm algum valor nesta modalidade.

O fato de não haver desconto de Imposto de Renda e a facilidade de aplicar e de resgatar o dinheiro no momento desejado, são as principais razões dessa preferência. Porém, a poupança vem perdendo força gradualmente, já que no ano de 2012 eram 88% dos brasileiros que aplicavam nela de acordo com pesquisa realizada pela Fecomércio/RJ em 2016. Um dos principais motivos desta diminuição é a queda nos rendimentos.

Existem diversas modalidades de investimentos mais rentáveis, como o Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA por exemplos, mas independente de onde irá investir, importante é atrelar a cada reserva financeira um objetivo claro, se irá atender as expectativas para o alcance.  E o ponto positivo nisso tudo é o hábito de poupar propriamente dito, quem o faz, mesmo que seja na poupança, está no caminho correto. Sendo que com aprimoramento de conhecimento sobre investimento e um possível acumulo de valores, pode-se procurar novas opções e melhores para investir.

Eduardo Sehnem Ferro

Controller do Escritório Giovani Duarte Oliveira Advogados Associados, Contador inscrito no CRC SC-028265/O-7, Pós Graduado em Docência do Ensino Superior.

 

[contact-form-7 id="43" title="Formulário de contato 1"]

Rua Defendi Casagrande, 82 - São Cristóvão,

Criciúma - SC - CEP 88802-600

Telefone: (48) 3433-0123

Whatsapp: (48) 3433-0123

Telefone: (48) 3433 0123

Desenvolvido por Blueberry - Marketing Digital

Giovani Duarte Oliveira Advogados Associados © Todos os direitos reservados